quinta-feira, 27 de setembro de 2012

The little animal autumn

Por conta da posição da terra, os dois hemisférios recebem intensidade da luz do sol de forma diferente. As estações do ano não são as mesmas para os dois lados. Enquanto agora no norte é outono, aqui nos trópicos é primavera.

Para quem está ainda mais perto do Equador as estações do ano quase não variam, é quase sempre calor o ano inteiro.

No norte, onde já é outono, um animal pequeno aparece nessa época. Sua função é varrer a lama. Por conta das folhas secas que se acumulam nos campos, bosques, praças, ruas, da aproximação do inverno onde tudo morre para renascer, esse pequeno animal revolve o que está morrendo para a renovação da vida.

Sua insistência é impressionante. Quando os ursos se preparam para hibernar, quando todos os animais, sobretudo as formigas recolhem comida para o abrigo e a escassez do rigoroso inverno, ele aparece para transformar o que a natureza e os outros animais deixam morrer. 

Às vezes, carrega um fardo “maior” do que pode suportar. Chega a carregar três, quatros folhas de uma vez. Quem o vê trabalhando, insistindo na transformação, acreditando, não o entende. Não se dá conta de que essa é sua função: transformar o que está morrendo em vida, por isso a esperança é o seu horizonte.

Quando os outros animais olham a tristeza no outono, ele enxerga luminosidade. Para isso existe, foi dotado de uma capacidade de resistência que os outros não têm. Não é melhor, apenas diferente.

Acontece que existe uma sina nesse animal que os outros não sabem. Não faz seu trabalho apenas por dever, faz porque se não o fizer, morre. Em vez de tudo se transformar, se confundirá com a lama do outono, se embaralhará com as folhas adentro do chão e virará macadame para ser pisado. 

Quando ele realiza seu trabalho vira uma potência, quando não, o pior dos animais: triste, sombrio, melancólico e depressivo. 

Ele já começou sua jornada, tudo parece difícil e pesado demais. Ele vai conseguir, para isso a natureza o fez, essa é a natureza dele, transformar. 

Quando enfim realizar seu trabalho, no hemisfério norte começará o inverno, nos trópicos, verão; tempo de luz, calor e energia renovada.                     


        





Nenhum comentário:

Postar um comentário