quarta-feira, 7 de novembro de 2012

Eu quero uma quizomba em São Paulo de Luanda

A Pangeia, o grande continente, a primeira crosta terrestre existente, unia os atuais continentes africano e americano. A separação foi apenas física. Milênios depois as distâncias entre a África e a América precisam ser encurtadas, quiçá, unidos novamente.

Nós brasileiros somos herdeiros diretos dos africanos. No caso específico de Angola, nosso irmão de além-mar, herdamos no sangue uma dose do tronco linguístico bantu. Mas não só. Já ouviram o refrão: "Ouvi dizer que atrás do SAMBA havia o SEMBA"? Letra da música de Alceu Valença O ovo e a Galinha. E o que dizer do Cd de Martinho da Vila Lusofonia percorrendo os gêneros musicais da África, sobretudo Angola? Maravilhoso.

Nosso samba é de origem africana, do semba, ritmo musical existente até hoje em países como Angola. Nosso irmão, emancipado politicamente de Portugal em 1975, após a eclosão da Revolução dos Cravos em Portugal em 1974, cruzou uma guerra civil sangrenta, sobretudo entre três grupos rivais: a UNITA (União Nacional pela Independência Total de Angola), anti-comunista, a FNLA (Frente Nacional pela Liberdade de Angola), apoiada pelo Zaire e pelos E.U.A e, o MPLA (Movimento pela Liberdade de Angola), liderado por Agostinho Neto, de orientação comunista. A UNITA e o FNLA, apoiados pelos E.U.A, se uniram contra o MPLA.     

A guerra civil acabou em 2002 e esse país está em fraca reconstrução. A relação econômica entre o Brasil e Angola se estreitaram, mas acho que temos o dever histórico de nos aproximar de nossas origens, entender mais sobre este pais, suas diversidades étnicas, históricas, culturais.

Tenho loucura para conhecer Angola. Quero muito ir ao Quizomba, que quer dizer festa, fica na capital, São Paulo de Luanda. Mas não só a capital, como o restante do país. Aliás, preciso conhecer todo o continente, primeiramente os de língua portuguesa, como Cabo Verde, São Tomé e Príncipe, e Moçambique, a cognominada Lusofonia.  

Quer saber??? Foi só falar na África, em Quizomba que comecei a chacoalhar. A vida é uma quizomba, uma festa. Fui.... A noite tá só começando. Ah!!! Como eu gostaria de estar em São Paulo de Luanda.... Espere por mim, espere que eu vou já.  Enquanto eu não vou, faço aqui mesmo.

Eu sou muito feliz, faça da vida uma festa, uma grande quizomba!!!!!                 

3 comentários:

  1. Verdade a vida é uma grande festa. Q passamos por altos e baixos pra crescer. Tem hora q não entendemos o pq de tanta provação. Mas, depois tudo fica bem, volta ao ritmo natural. E ainda nos surpreendemos com gente tão boa de conviver e q nos ensina tanto COMO VC. O seu bom dia, abrindo um sorrisão e cumprimentando a todos com um abração é revigorante. Nos sentimos vivosss. Continue sempre assim e q nada te faça mudar. Felicidadesss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada (o) anonimo. De fato a vida é uma festa, apesar dos percalços. tenho aprendido muito sobre a vida e a cada aprendizagem compartilho isso com todos, uma forma de estabelecer laços, ensinar e aprender um pouco mais. não sabia que eu sou uma pessoa boa de se conviver, sempre pensei o contrário, mas se achas isso, fico feliz. é sempre bom saber o que outras pessoas pensam a respeito da gente. Quero sempre passar isso sim para as pessoas, há razões para sorrirmos sempre, apesar das lágrimas. Se eu mudar, será para melhor, te garanto.

      abraços do Henrique

      Excluir
    2. ah! te acho sim uma pessoa super leve pra se conviver. Só não podem pisar nos teus calos kkk

      Excluir