domingo, 22 de julho de 2012

Cacos em Melodia


(Henrique Borralho e Patrícia Luzio)

Ela entrou e quebrou todos os pratos 
de coleção 
cacos ancestrais
espalhados pelas tábuas do chão

Era colérico. 
Um senão, 
um aviso, um alerta:
daquele jeito, não!

Nem mais prato ou coleção
nem mais nada organizado 
como se fosse uma exposição

Agora eram pedaços a se recompor
Melodias em aberto
à espera de um gesto de união 
para novos mosaicos.

Começar por onde? 
Pelo próprio olhar que virou pó 
junto aos cacos.



Nenhum comentário:

Postar um comentário